Educação Pública e Opção pelo Software Livre nas Escolas Estaduais de Porto Alegre (WSL 2013)

Authors
Cátia Zílio (UFRGS/Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Sul)
Carmen Lucia Bezerra Machado (UFRGS)

Abstract
A analogia entre receitas e softwares proposta por Stallman (2001) orienta este estudo que problematiza as relações entre as concepções de educação de professores da Rede Pública Estadual de Porto Alegre e a opção pelo Software Livre nas práticas pedagógicas. Embasada nos conceitos de Educação, opção autêntica e tecnologia, propostos por Gramsci (1989), Freire (1967) e Álvaro Viera Pinto (2005), são analisados os dados obtidos por meio de questionário online enviado às escolas da 1ª Coordenadoria Regional de Educação e de entrevistas semiestruturadas realizadas com seis professores que atuam em quatro dessas escolas e na Coordenação Pedagógica da Secretaria Estadual de Educação. A articulação entre o mapeamento das Tecnologias da Informação e Comunicação nas escolas e os relatos dos professores permite visualizar o contexto da pesquisa, no qual autilização de Software Livre constitui uma imposição das políticas públicas. Ainda que os professores o considerem mais coerente com a concepção de Educação Pública, continuam a utilizar softwares proprietários. O estudo aponta a necessidade fundamental de aprofundar a discussão dos Projetos Político-Pedagógicos das escolas, promover a articulação com as práticas pedagógicas de professores para a construção de uma opção autêntica pelo Software Livre, baseada nos princípios de liberdade e colaboração.

Download paper (PDF)

Share

Metrics

Views:

Downloads:

Citations: by Google Scholar